segunda-feira, março 09, 2009

As Minhas Férias

olá olá pessoas do mundo a fora que acompanham esse blog (o que não é muito difícil com 2 posts ao ano...)
o segócio é o neguinte, eu tava com preguiça de postar aqui... tava mesmo e não tenho vergonha de dizer! Muitas coisas aconteceram e eu nem sequer pensei em tentar escrever alguma coisa.
Mas hoje isso mudará! Pelo menos dessa vez XD
Essas férias foram bem legais! As primeiras férias da minha vida com uma namorada... Bem diferente, e deveras extenuante (tive que procurar essa no dicionário pra ver se era com X ou com S)... Mas ainda assim, é ótimo! Aqui vão os devidos acontecimentos, em ordem de ocorrência, ou não.

A primeira aventura aconteceu antes mesmo das férias começarem! E não foi um episódio qualquer, não. Foi o dia em que conheci os pais dela. Foi de repente, eu nem sabia o que estava acontecendo, quando já vi estava na dita Irineópolis (procura no google maps!), a Paris das pequenas cidades! Cidadezinha interessante, 14 - 15 mil habitantes, de geografia plana com leves ondulações, perfeitas para o cultivo de cebola, melancia, tomate, milho, etc. Uns bois ali, uns cavalos aqui, umas pessoas acolá, alguns nadas ao redor de tudo e alguns cães e gatos entremeando as ruas pra completar o cenário "urbano" do centro da cidade. Mas estou colocando a biga à frente dos cavalos, não falei o motivo de ter ido para lá! O motivo foi o Beto Carrero! Pronto, agora falei.
O negócio foi que teria uma viagem de formatura da oitava série de um colégio de Irineópolis para lá, e se alguém de fora quisesse ir era só pagar 100 pila e pronto, estaria incluído dentro dessa. Eu lembro que foi no final de semana do aniversário da Sandra (só lembro porque a gente tava falando disso quarta-feira passada...). Eu deveria estar estudando para a final de Patologia, mas estava conversando com a patroa (discutindo levemente, para falar a verdade), às onze da noite, e ela deu a idéia de ir junto na tal viagem, que aconteceria na sexta. Peguei o ótimo ônibus da reunidas, cedo na manhã, com destindo a Porto União, e lépida parada no km 7, o trevo de entrada de Irineópolis (o ônibus não entra na cidade... aliás eu nem vi a rodoviária de lá ainda o.O). A viagem de 3 horas e meia durou quatro horas, e eu estava com medo de perder o bendito km 7, então permaneci atento durante toda a viagem. Por sorte havia dois velhinhos que também desceriam lá, portanto não aconteceu o que todos acham que aconteceu. Chegando lá, despoi de tapas e beijos, conhecer sogro (não houve tentativa de assassinato, que eu tenha percebido), conhecer sogra, tia, primo, chachorro, gatos e todas as outras pessoas da cidade num rápido passeio pelo centro, a noite chegou e a hora de ir para o Beto Carrero também. Caminhamos longas 3 quadras até chegar ao colégio onde o ônibus pegaria todos os aluninhos calmos e educados. Lá na frente do prédio da instituição de ensino estadual, conheci Mônica, Guto e os irmãos da mônica, um dos quais estava acompanhado da namorada, deveras divertidos e engraçados. Pelas 3 da manhã chegou o ônibus que nos levaria para lá. Por sorte também chegoou um microônibus, ao qual logo nos escalamos a nós mesmos para estarmos viajando dentro do veículo, observando que poderiamos ao menos tentar dormir mais durante a viagem, do que se estivessemos junto aos diabretes infiéis, e pequenos terroristas que estavam no macroônibus. Como previsto, a viagem transcorreu tranquila, sem nenhum incidente maior, a não ser ter passado por São Bento do Sul, o que foi uma grande surpresa (pra mim pelo menos...) . Inclusive paramos no posto em Campo Alegre para retirar o líquido inodoro e sem gosto (esqueci a palavra...) da articulação femoro-patelar e femoro-tibial. Depois de breves 8 horas chegamos ao maior parque temático da América Latina (yay! \o/)
O dia foi muito divertido (nããããão, sério?)! antes de irmos aos brinquedos, ficamos admirando os cavalos que estavam em exposição, incluindo o Faísca, o cavalo do seu Beto, uma vaca muito bonita, e um búfalo muito grande. O primeiro brinquedo escolhido foi o elevador. Péssima escolha. A Thaís (minha namorada, para aqueles que não estão familiarizados) pensou que ia morrer quando tava lá em cima e começou a chorar... Desceu chorando, e chorou até o elevador parar e ela sair de perto do brinquedo. Foi divertido até, mas decidimos que ela não iria mais em nenhum brinquedo de queda livre, muito menos na Big Tower. O Big Tower é outro elevador, só que esse cai de 100 metros de altura, enquanto que o elevador normal cai de uma altura de 30 metros. Mas esse foi o terceiro brinquedo, o segundo foi a montanha russa. A montanha russa nova, aquela que vc fica com os pezinhos penduricados, ainda não estava funcionando naquele dia. Ela inauguraria uma semana dois /o/. Então fomos na velhona mesmo, que não deixa de ser deconcertante. Nesse a Thaís não chorou, só gritou um pouquinho. mas como a fila já escva muito longa, decidimos não ir de novo. Fomos então para o temível e abominável homem das neves! Não, pera aí. Fomos então para a temível e abominável Big Tower. Tem um vídeo disso até, mas não sei se tá no youtube... vou tentar colocar aqui outro dia. O resultado final foi que o Guto ficou sem a alma, eu virei uma alma, e a Mônica não sofreu alterações e continuou sendo serelépe e saltitante.
O resto do dia foi muito legal, muito quente, e muito esquecível. Só lembro que a gente foi no zoológico lá, ver os bichinhos, pq já viu né, dois aspirantes a veterinários juntos não dá noutra. Na verdade eu já to ficando de saco cheio de escrever então vou terminar por aqui, e ir estudar (porque tem prova de monitoria na terça, dia 10 e eu ainda não estudei muita coisa...).
No próximo post, que eu espero que seja logo, conto o resto das férias e as notícias do comecinho das aulas, incluindo viagens, Irineópolis, nacimentos, cirurgias, calor,trotes, calor, e exames de toque em vacas, calor, e pescarias.
É isso então. Ponto

3 comentários:

Nina disse...

Aii que divertido Gui!!!
já tava achando que vc iria dormir e perde a descida no km 7! Hahaha.. Vamos combinar que é bem típico de Gui né.. hauahuah...
Amei a descrição de Irineópolis! Hahaha.. só você mesmo.

Vê se posta mais aí né!...
Mas continua estudando.. :P

Ivana, aquela que canta disse...

Gostei do título: "As minhas férias". Desde bem pequeno que vc tem dor de barriga pra escrever esta celebre redação no início do ano. Coragem néne... queremos saber mais. Depois a máin te paga uma pizza.... ah falando nisso não esquece de contar das histórias em comum entre uma pizza de aipim e o teu novo professor hehehe Bjo néne

Pam Machado disse...

Primeiro parabéns por atualizar! :P Mas meu, depois de ler o comentário da Ivana, não consigo parar de rir E ficar curiosa sobre a comparação! :P

E ah, só pra constar: eu não iria em Big Tower e nenhuma outra Tower por nada no mundo!